Postagem em destaque

Planilha Básica para Investimento em Ações

Para um melhor desempenho do investidor em ações na Bolsa de Valores é primordial saber se está ganhando ou perdendo dinheiro e, para is...

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Luiz Barsi: As Três Regras Básicas para não se Preocupar com Prejuízos em Investimentos em Ações

Terceira parte da entrevista do grande investidor Luiz Barsi ao programa TV Economista. A primeira parte foi transcrita aqui e a segunda aqui.
TV Economista: Como é que eu devo entrar no mercado de ações, quais são os primeiros passos?
Luiz Barsi:  Nós poderíamos iniciar dizendo o seguinte, que, a grande maioria dos jovens tem sido orientado no sentido de buscar a especulação, no sentido participar de projetos que visam exclusivamente em comprar e vender, vender e comprar. O que eu posso aconselhar, em termos de experiência, aos economistas e aos telespectadores em geral é o seguinte, o mercado dificilmente consegue contemplar, de uma maneira positiva, quem especula. Quem especula vai ganhar a primeira, vez vai ganhar a segunda... e eu já tive exemplos, participando do mercado, de dentro do pregão, de profissionais, como eu, que suspiravam saindo do pregão e diziam: puxa!  Ganhei a gasolina, mas depois do décimo dia, eles saiam e diziam, eu perdi o carro.
Então, a forma mais objetiva, a forma mais certa, mais lógica de se participar de uma estrutura acionária é investindo e procurando a formação desta carteira previdenciária que eu tanto tenho divulgado para que ele possa formar uma renda mensal que lhe proporcione uma vida digna.
Então, a maneira de entrar, a forma, a operacionalização do mercado de capital seria formatar um programa de aplicações. Se ele não pode comprar uma aposentadoria de uma só vez, ele pode de uma forma programada alcançar essa aposentadoria através do estabelecimento de metas. Eu vou dar um exemplo que espero ser prático, quem comprar hoje [17.10.2013] cem mil ações da Eletrobras vai ter assegurado uma receita de R$ 163.000,00 ao ano. Se se dividir isso aí por 12 tem-se uma aposentadoria de mais ou menos R$ 8.000,00 por mês. Só que 100 mil ações da Eletrobras custam um milhão de reais. Então, a minha a minha proposta, a minha visão é que ele projete uma meta, projete um programa para logo de uma série de aplicações para um dia se ter as 100 mil ações da Eletrobras.
Então seria um programa de investimentos que é aquilo que eu faço e tento mostrar para as pessoas através de uma participação sistemática. Como é que ele teria que examinar esse início, eu, na experiência que acumulei ao longo desses 46 anos de mercado, posso afirmar que, sem nenhum erro, sem nenhuma sem nenhuma forma de errar, existem três regras para se aplicar no mercado sem ter sem ter que se preocupar com o fantasma do prejuízo, essas regras são:
Primeira regra, nunca direcionar para o mercado o recurso que você tenha programado para qualquer outro gasto ou projeto. Vou dar um exemplo prático, suponha que você tenha R$ 100.000,00 e decida ingressar no mercado, então você tem um objetivo de daqui a 60 dias comprar um automóvel e esse automóvel custa R$ 40.000,00. Então, se há essa disponibilidade de R$ 60.000,00, você aplica R$ 60.000,00 dentro de um critério que é subsequente. Então, objetivo em primeiro em primeiro momento é aplicar, comprar para visualizar o dividendo, isso não acontece em pouco tempo, isso acontece num determinado período de tempo.
A segunda regra, eu costumo até brincar, é nunca comprar uma dica, o que que é uma dica? Vou dar um exemplo prático, Eike Batista, as ogxs da vida, não é isso? Isso foi uma dica, todo mundo chegava e falava, me dá uma dica, então o camarada falava: o Eike Batista... Não tenho nenhuma intenção de falar mal dele, mas é uma realidade, isso feriu parte do mercado, as ações deles foram lançadas aí a R$ 13-14,00, existiram previsões de grandes instituições financeiras e isso foi divulgado, inclusive, no Jornal Valor Econômico que estampou uma matéria grande das empresas que projetaram o resultado a R$ 30-32,00 e hoje ela custa R$ 0,32.
Então a segunda regra seria o seguinte, nunca compraram uma dica, comprar papéis que possam estar representados por estruturas bem fundamentadas, com histórico de resultados, com históricos de dividendos, histórico de crescimento... que é isso que se faz no mercado internacional. Nos Estados Unidos, o cidadão compra uma ação numa relação preço patrimônio muito superior a nossa, mas ele tem a segurança de ter analisado e chegaram à conclusão que aquele é um bom investimento.
Então a forma de se chegar a um bom investimento, na realidade, ninguém precisa estudar economia para isso, então ele tem que procurar um profissional que tenha esta formação e que, dê preferência, esteja ligado ao setor de ações.

A terceira regra, é uma regra que nem deveria existir, mas eu a coloquei pelo seguinte, porque é uma regra que o cidadão nunca deve vender por necessidade. Porque, ao longo do tempo, se ele direciona o seu recurso para outros projetos e, de repente esse projeto não dá certo, ele acaba tendo que vender o papel de uma forma inadequada e no momento, também, inadequado. E existe, também, dois critérios que, na minha modesta opinião, são importantes, são eles: disciplina e paciência.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Fechamento do Mês de Novembro de 2016

“Um otimista vê uma oportunidade em cada dificuldade. Um pessimista vê uma dificuldade em cada oportunidade".
Winston Churchill


CHARGE





FECHAMENTO



Neste mês a carteira seguiu o Ibovespa e teve uma forte queda de 13,64% devolvendo a valorização do mês anterior, mas ainda segue na frente do índice da bolsa paulsta.

Desempenho do Mês:
Carteira: -13,64%
Ibovespa: -5,90%
CDI: 1,04%
IPCA: 0,26%


Seguindo a estratégia de comprar ações dos papéis mais defasados da carteira, foram aportados mais dois salários mínimos, R$ 1.760,00, que, somados aos proventos recebidos, foram suficientes para adquirir mais 31 ações da Cielo [CIEL3] e de mais 19 ações da Comgás [CGAS5].

Proventos do mês de novembro: R$ 32,02
BBDC4: R$ 1,48
BBAS3: R$ 30,54  

Acesse a "Planilha Básica para Investimentos em Ações" aqui ou saiba mais sobre ela aqui.


LEITURA DO MÊS


23 Coisas Que Não Nos Contaram Sobre o Capitalismo
Autor: Chang, Ha-Joon


Sinopse da Editora:

Em 23 Coisas que não nos Contaram sobre o Capitalismo, um dos pensadores mais iconoclásticos da atualidade destrói os maiores mitos a respeito do mundo em que vivemos. Segundo se diz por aí, o capitalismo pode ter as suas falhas, mas não existe realmente nenhuma alternativa para o capitalismo de livre mercado; em última análise, ele está tornando todo mundo mais próspero. O Ocidente é mais eficiente e tem mais Know-how é o caminho a ser seguido por todos certo? Errado. Este livro vai virar de pernas para o ar os conceitos convencionais sobre Economia. Ele revela a verdade por trás dos mitos e mostra como o sitema realmente funciona.

COMENTÁRIO

De acordo com o autor, o mercado livre não existe em razão de uma série de regras e limites que restringem a liberdade de escolha.
O autor também afirma que os países desenvolvidos que hoje defende o livre mercado nos países em desenvolvimento foram os mais protecionistas no passado.
E citado o exemplo da Coreia do Sul que “aplicou todas as receitas que os países desenvolvidos dizem que não se deve aplicar: subsídios, protecionismo, planos estatais, intervencionismo”.
Maior estabilidade macroeconômica não tornou a economia mundial mais estável e políticas de livre mercado raramente tornam países pobres mais ricos.
Além dessas, o livro traz muitas afirmações que desmistifica o capitalismo e, para nossa decepção, mostra que o capitalismo, apesar de ser o melhor sistema econômico, não é essa maravilha toda que nos fazem acreditar.


NOTÍCIAS DO MÊS

As notícias do meses de outubro e de novembro retratam a intensa retração da economia brasileira. A retomada do crescimento e a forte entrada de investimentos estrangeiros em razão do golpe  impeachment não aconteceram e o pessimismo já é evidente no comércio em geral. O crescimento que viria em 2017 ficou para 2018 e desconfio que alguma melhora na economia, se houver, ocorrerá somente após a posse de um presidente competente porque com este não há qualquer esperança. A única certeza é que a vida de milhões de pessoas vai piorar nos próximos meses.
Quando assumiu a presidência como titular Michel Temer prometeu montar um governo de notáveis, mas o que se observa é que seu ministério é composto pelo que há de pior na política brasileira e a maioria de seus ministros estão delatados na Operação Lava Jato.

Há uma grande possibilidade de Temer não terminar o que lhe resta de seu mandato e ser apeado do poder assim como foi sua  antecessora.
Diante disso, continuo fora da bolsa e presente no conforto da renda fixa e, apesar da irracionalidade do mercado de renda variável, não vejo mais valorização do Ibovespa e arriscaria dizer que 65.000 foi o seu topo neste e no próximo ano e o fundo só o tempo dirá.

Terra | Investimentos recuam 2,2%, diz novo indicador do Ipea. No terceiro trimestre deste ano, comparado com o mesmo período do ano passado, o investimento registrou uma redução de 9,9%.
ISTOÉ Dinheiro | IPC-Fipe sobe 0,27% em outubro e deixa inflação acumulada no ano em 5,62%.
Valor | Vendas de veículos caem 17,2% em outubro ante 2015, aponta Anfavea. O emplacamento de caminhões no mês passado, que somou 3,4 mil unidades, queda de 40,4% na comparação com o mesmo mês de 2015.
Reuters | Base de telefonia móvel no Brasil encolhe 9% em setembro ante um ano atrás.
Exame | Produção industrial cresce em nove locais em setembro. Dois estados mantiveram em setembro o mesmo nível de produção do mês anterior e outros três tiveram queda.
G1 | Vendas do comércio têm a maior queda para setembro desde 2002. Na comparação com setembro do ano passado, o comércio sofreu tombo de 5,9%. Com isso, no ano, o varejo acumula queda de 6,5% e, em 12 meses, de de 6,6%. Em relação ao mês anterior, o recuo foi de 1% .
Valor | Fitch mantém nota do Brasil e reafirma perspectiva negativa
Agência cita incerteza quanto à implementação de medidas fiscais.
País perdeu o selo de bom pagador no final de 2015 e está com nota 'BB'.
Boa Vista SCPC | Títulos protestados disparam e acumulam alta de 28,8% no acumulado de 2016 até outubro. Na comparação interanual, os títulos protestados aumentaram 81,9% e 52,2% em relação ao mês anterior.
Valor | A inadimplência do consumidor dispara e vai a 4,8% em outubro. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a alta é de 6,4%.
Reuters |  Depois de ter encolhido 3,8 por cento em 2015 e sofrer retração de 3,5 por cento neste ano, o FMI piora projeções para economia do Brasil e deixa de ver crescimento em 2017.
Reuters | Volume de serviços do Brasil cai em setembro e tem pior queda anual para o mês desde 2012 com tombo de 4,9%.
Serasa Experian | Atividade econômica cai mais e frustra recuperação. houve queda de 0,7% no movimento dos negócios no terceiro trimestre na comparação com o segundo trimestre de 2016.  Em comparação com o terceiro trimestre do ano passado, houve retração de 2,9% na atividade econômica.
Valor | Economia brasileira fecha 3º trimestre com recuo de 0,78%, aponta BC. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) caiu 0,78% no trimestre encerrado em setembro, em comparação com os três meses antecedentes, e teve retração de 3,84% ante o terceiro trimestre de 2015. É a pior sequência da série estatística iniciada em 2003.
Estadão | Emprego na indústria de SP cai 0,38% em outubro. No ano, demissões chegam a 92 mil, diz Fiesp.
Estadão | Fábricas brasileiras operam com o menor nível de ocupação em 16 anos. Segundo dados da FGV, uso da capacidade instalada da indústria de transformação este ano está em 73,9%, o nível mais baixo desde 2001, quando o monitoramento começou a ser feito.
Estadão | PIB recuou 0,99% no 3º trimestre, estima FGV. Pelos números da pesquisa Monitor do PIB, economia registrou a sétima queda trimestral consecutiva. [aguardar resultado oficial]
Folha | Crise leva pessoas com diploma a trabalhos como recepcionista e faxineiro.
Infomoney | Pessimismo aumenta e economistas esperam queda de 3,40% no PIB em 2016, mostra BC.
Valor | Faturamento das empresas cai pela primeira vez desde 2012. De julho a setembro, pela primeira vez em mais de quatro anos, a receita líquida de 278 empresas de capital aberto apresentou queda nominal de 3% na comparação com o mesmo período do ano passado.
Valor | Venda de combustíveis caiu 8,8% em outubro, ante igual período do ano passado, pior retração mensal desde janeiro deste ano. No ano, o mercado acumula queda de 4,7%.
Reuters | Recessão aprofunda no 3º tri e PIB do Brasil encolhe 0,8%. Sobre o terceiro trimestre de 2015, o PIB despencou 2,9 por cento.
O Globo | Sétima queda seguida do PIB põe Brasil na lanterna das economias. PIB do país agora aparece em último lugar numa lista de 40 países, segundo Austin Rating.


Capital Externo Na Bolsa


  • Em Novembro: R$ -2,524 bilhões
  • Em 2016: R$ 14,993 bilhões
  • Saldo Acumulado:  R$ 65,628 bilhões


Para Finalizar



Namore alguém que fale de você como Noblat fala de Temer, aconselha consultor.




Veja também:



domingo, 6 de novembro de 2016

Planilha de Ações


Muitas pessoas têm utilizado a Planilha Básica para Investimentos em Ações e muitas vezes recebo, com grande satisfação, o resultado de edições de nossos leitores. 
O último que recebi foi do amigo Grazziano S. Santos, que aprimorou algumas funções da planilha e disponibilizou um modelo mais didático para o controle de ações que pode ser acessado aqui.
Bons investimentos!


quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Fechamento do Mês de Outubro de 2016

“Veja as flutuações do mercado de ações como suas aliadas, não como suas inimigas, lucre com a insensatez em vez de participar dela.”
Warren Buffett


FECHAMENTO



Neste mês a carteira seguiu a forte ascensão do Ibovespa e fechou com alta espetacular de 13,85%.

Desempenho do Mês:
Carteira: 13,85%
Ibovespa: 12,82%
CDI: 1,05%
IPCA: 0,08%




Seguindo a estratégia de comprar ações dos papéis mais defasados da carteira, foram aportados mais dois salários mínimos, R$ 1.760,00, que, somados aos proventos recebidos, foram suficientes para adquirir mais 27 ações da BB Seguridade [BBSE3] e de mais 125 ações da Prumo Logística [PRML3].

Proventos do mês de setembro: R$ 1,75
BBDC4: R$ 1,75



Acesse a "Planilha Básica para Investimentos em Ações" aqui ou saiba mais sobre ela aqui.

LEITURA DO MÊS



A ARTE DE PENSAR CLARAMENTE
Autor: Dobelli, Rolf

SINOPSE:

Já se sabe, não é de hoje, que a tão incensada racionalidade humana é falha e todos os indivíduos são passíveis de erros de avaliação e escolhas equivocadas. Best-seller internacional, traduzido para 30 idiomas, com mais de 500 mil exemplares vendidos na Alemanha, A arte de pensar claramente – do fundador do Zürich Minds e ex-diretor do grupo Swissair, Rolf Dobelli – reúne pesquisas inovadoras de economia comportamental, psicologia e neurociência para abordar erros cognitivos recorrentes.  Com trânsito livre no alto escalão do mundo corporativo, Dobelli também se surpreendeu com a sucessão de falhas de interpretação que levou à crise de 2008, especialmente, num ambiente no qual deveria predominar a racionalidade. No livro, o autor aponta 52 armadilhas crônicas e afirma que erros de pensamento são desvios sistemáticos em relação ao raciocínio e ao comportamento ideais, lógicos e sensatos. Formado em Ciências Empresarias e com PhD em Filosofia da Economia pela Universidade St. Gallen, na Suíça, Dobelli chama atenção para a repetição dos mesmos enganos, quase sempre numa mesma direção, e insere ao debate a tendência humana para a ilusão e excesso de confiança no processo de tomada de decisões e escolhas.  Ao buscar compreender os mecanismos que induzem a mente humana ao erro, valendo-se de conhecimentos da psicologia, evolucionismo e da ciência cognitiva, Dobelli lista em A arte de pensar claramente a reincidência de tais equívocos e esmiúça o quebra-cabeça do raciocínio humano.


COMENTÁRIO

Economia comportamental é um assunto atual e o autor dessa obra prima é um das maiores estudiosos do tema.
Apesar da complexidade do tema, o livro e de fácil leitura e suas cerca de 300 páginas podem ser lidas em poucos dias.
Neste livro o autor nos apresenta uma série de armadilhas do pensamento que demonstram os limites de nossa racionalidade.
Muitos desses limites nos fazem compreender um pouco mais o comportamento humano e perceber que, nem sempre, estamos no controle de nossas ações.

NOTÍCIAS DO MÊS

  • O Dia | Em 12 meses, vendas de veículos novos têm queda de mais de 27%.
  • Folha | Produção Industrial cai 3,8% em Agosto. No ano, a produção industrial acumula queda de 8,2%.
  • Valor | PIB Brasileiro cai 0,91% em agosto e nos últimos doze meses a retração foi de 5,48%.
  • O Globo | Pedidos de recuperação judicial têm alta de 62% em relação a 2015.
  • Reuters | Brasil perde quase 40 mil empregos formais em setembro, pior que o esperado. No acumulado dos últimos 12 meses a economia brasileira perdeu 1.599.733 vagas de empregos formais.
  • Reuters | Inadimplência no Brasil fica em 5,9% em setembro, maior nível da série, diz BC.
  • Valor | Taxa de desemprego vai a 11,8% no 3º trimestre, aponta IBGE.
  • Reuters | Arrecadação federal cai 8,27% em setembro, diz Receita. O dado veio abaixo da expectativa de 96 bilhões de reais e representou o pior desempenho para o mês desde 2009.


CAPITAL EXTERNO NA BOLSA



  • Em Outubro: Entrada de R$ 4,474 bilhões
  • Em 2016: Positivo em R$ 17,517 bilhões
  • Saldo Acumulado:  R$ 68,152 bilhões


PARA FINALIZAR

Apresentadora da GloboNews, Maria Beltrão, lê e-mail do Dr. Cuca Beludo.


Veja também: