Postagem em destaque

Planilha Básica para Investimento em Ações

Para um melhor desempenho do investidor em ações na Bolsa de Valores é primordial saber se está ganhando ou perdendo dinheiro e, para is...

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Cotação do Dólar e de Outras Moedas em Tempo Real na Planilha do Google Finance



Inserir a cotação do dólar e de outras moedas em tempo real na planilha do Google é muito fácil porque a função GoogleFinance também faz essa conversão.


Além da cotação em tempo real é possível consultar um histórico de preços entre duas datas ou a cotação em uma data específica de acordo com a cotação fornecida pelo Banco Central.

Para consultar a cotação do dólar em tempo real use os atributos "currency" e  "average" =GoogleFinance("CURRENCY:USDBRL";"average") ou simplesmente =GoogleFinance("USDBRL").



ou




Para se consultar o histórico de cotações da moeda em um intervalo de tempo use: =GoogleFinance("símbolo";"atributo";"start_date";"end_date";"intervalo") em uma célula da planilha, onde símbolo é a combinação entre a moeda que se busca a cotação (USD) e a em que moeda quer a cotação (BRL). Atributo é o tipo de informação, que neste caso, vamos usar o preço de fechamento (close), "start_date" é a data do início do histórico, "end_date" a data do fim e "intervalo" é o tempo entre uma cotação e outra que poderá ser diário ("1") ou semanal ("7"). 

Para se buscar o histórico de cotações diárias do dólar em real entre 1/2/2013 e 15/2/2013 a função dever ser redigida assim: =GoogleFinance("usdbrl";"close";"1/2/2013";"15/2/2013";"1"), lembrando que símbolo, atributo, datas e intervalo devem ser anotas entre aspas e separados um do outro por ponto e vírgula.





Para se buscar a cotação do dólar em uma data específica bata usar a função =GoogleFinance("USDBRL";"close";"date") que, por exemplo, usaremos o preço de fechamento de 1 de outubro de 2010, véspera do primeiro turno das eleições presidenciais, onde a função ficaria assim: =GoogleFinance("USDBRL";"close";"1/10/2010").





Agora que conhecemos a função de conversão do dólar em real, podemos utilizá-la para converter outras moedas, lembrando-se de mudar o símbolo para a moeda a ser convertida e em que moeda converter, por exemplo, USDBRL (para converter dólar em real), BRLUSD (para converter real em dólar), EURBRL (para converter euros em real), EURUSD (para converter euro em dólar) ou JPYBRL (para converter iene em real).



Dessa forma, é possível converter qualquer valor na moeda que desejar. Veja mais códigos de moedas e seus respectivos países na Wikipedia.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Planilha do Google com Cotações de Ações em Tempo Real






Recentemente o Google anunciou a adição de dados da Bovespa no Google Finance garantindo aos usuários cotações mais atualizadas e abrindo um leque de possibilidades de uso da planilha do Google Drive.

Com a função GoogleFinance em planilhas do Google é possível manter facilmente o controle de cotações e de outros dados relevantes para sua carteira de ações com informações diretamente da Bovespa em tempo real, na realidade com delay de quinze minutos. Esse pequeno atraso, no entanto, não atrapalha quem busca o acompanhamento da carteira em relação às cotações da bolsa de valores.

Para usar a função GoogleFinance, insira a fórmula na célula da planilha desejada: =GoogleFinance("simbolo";"Atributo") onde "símbolo" representa o símbolo da ação da companhia que se deseja procurar os dados e "atributo" representa o tipo de dado do mercado que se busca informações. Se o atributo for deixado em branco, o preço da ação será preenchido na célula por padrão, por exemplo, =GoogleFinance("ciel3").










A planilha do Google também oferece recurso para se verificar o pico da cotação em 52 semanas para uma determinada ação onde basta inserir a o atributo "high52", por exemplo, =GoogleFinance("petr4";"high52") .







Certifique-se de colocar o símbolo e o atributo entre aspas para que a fórmula para calcule corretamente. 



O preço de pico em 52 semanas para a Petrobras será mostrado na célula em que a fórmula foi inserida. Também é possível aplicar a fórmula para uma lista maior de símbolos e atributos a fim de obter outros dados para várias outras ações. Em vez de digitar a fórmula como antes, basta clicar na célula do primeiro símbolo na lista, que neste caso, é bbas3 e em seguida, é feita uma referência à célula com o nome do atributo desejado, neste caso, o preço.




Para facilitar o preenchimento das células é possível congelar a linha e a coluna desejada e arrastar a fórmula e aplicá-la em todas as outras linhas referentes a outras ações. Dessa forma, quando se aplica a fórmula para todas as outras células os resultados são preenchidos.




Outro recurso interessante é o que possibilita a obtenção do histórico de preços de um determinado período - =GoogleFinance("símbolo";"atributo";"data_inicial";"data_final";"intervalo") - ou preço de uma ação em determinada data - =GoogleFinance("símbolo";"close";"data") - e, neste caso, será usado o preço de fechamento de BBAS3 em 1º de março de 2013, como se observa abaixo.






Para se obter o histórico de preços basta inserir a data inicial e a final como no exemplo abaixo, lembrando que "1", no final da fórmula, refere-se a preço diário que poderá ser substituído por "7" para buscar o preço semanal. 




Ou, por exemplo, as vinte últimas (ou quantas você preferir) cotações de determinada ação: =GoogleFinance("bbas3";"close";workday(Today();-20);Today())







Também é possível verificar o valor do índice bovespa na planilha do Google e para isso, basta substituir o símbolo da ação por "ibov".





ou




E não para por aí, além das ações o GoogleFinance também oferece cotações de ETFs, FIIs, ADRs e Moedas. Veja abaixo o exemplo da cotação de uma ETF:



Aqui estão mais alguns exemplos de atributos que você pode usar na função GoogleFinance de acordo com a informação buscada: 


  • price: preço de mercado da ação, por exemplo: =GoogleFinance("vale5";"price") 
  • priceopen: o preço de abertura da ação para o dia atual 
  • high: o preço mais alto em que a ação foi negociada para o dia atual 
  • low: o menor preço negociado para a ação do dia atual . 
  • volume: número de ações negociadas deste papel para o dia atual . 
  • marketcap: valor de mercado da empresa. 
  • tradetime: a última vez que a ação foi negociada. 
  • datadelay: o atraso nos dados apresentados para a ação usando a função GoogleFinance, que no caso é de 15 minutos. 
  • volumeavg: o volume médio de negócios da ação. 
  • pe: PL, preço da ação dividido pelo lucro por ação (LPA). 
  • eps: LPA, o lucro por ação. 
  • high52: maior cotação da ação nas últimas 52 semanas (12 meses). 
  • low52: menor cotação da ação nas últimas 52 semanas (12 meses). 
  • change: a mudança no preço da ação desde o fechamento de ontem. 
  • changepct: a variação percentual no preço da ação desde o fechamento de ontem. 
  • closeyest: preço de fechamento de ontem deste papel. 
  • shares: o número de ações em circulação no mercado. 
  • currency: a moeda na qual a ação é negociada. 

Principais funções usadas neste post:

  • =GoogleFinance("ciel3")
  • =GoogleFinance("petr4";"high52")
  • =GoogleFinance("bbas3";"price")
  • =GoogleFinance("bbas3";"close";"1/3/2013")
  • =GoogleFinance("petr4";"all";"7/1/2013";"16/1/12013";"1")
  • =GoogleFinance("bbas3";"close";workday(Today();-20);Today())

Veja também:
Planilha Básica para Investimento em Ações
Cotação do Dólar e de Outras Moedas em Tempo Real na Planilha do Google